Facebook


Pesquisar no blog

sexta-feira, 21 de fevereiro de 2014

TAURASI 1983


 
Eduardo, atento e colaborativo seguidor de B&B, comenta “Terroir III”:

 


por falar em Taurasi, Bacco, um minuto de silêncio (e um post sobre, talvez?) pelo falecimento recente do grande Antonio Mastroberardino, que deu à Aglianico uma segunda vida.

Confesso que a vinícola Mastroberardino com 300 hectares de vinhas, quase 30 vinhos em seu catálogo e 2,5 milhões de garrafa produzida está longe de ser uma das minhas prediletas, mas Eduardo está carregado de razão quando pede um post e um minuto de silêncio em homenagem póstuma ao grande viticultor campano.
 

Mastroberardino carregava, em suas costas, a responsabilidade de continuar uma atividade familiar que ininterruptamente se prolongava por dez gerações.

Antonio trabalhou até o último dia de sua vida e deixou, para seu filho Piero, uma empresa solida e os vinhos da Mastroberardino estão presente e apreciados em vários países.

  Piero Mastroberardino, como 11º sucessor, continuará a produzir Taurasi, Fiano di Avellino, Falanghina, Greco di Tufo, Lacryma Chisti e outros vinhos regionais.

Nada de Cabernet, zero Merlot, chongas de Chardonnay!
 

Mastroberardino, em meados dos anos 40 do século passado, quando a viticultura regional estava praticamente destruída lutou contra a “modernização” das castas que os técnicos sugeriam e convenceu muitíssimos pequenos produtores que o caminho da Irpinia eram as uvas autóctones.

A sabedoria de Antonio Mastroberardino deu certo: a Irpinia é hoje um exemplo a ser seguido e seus vinhos possuem identidade, terroir, tradição, qualidade.

Sua estrela maior, desde sempre, o Taurasi, que é produzido com uvas Aglianico, continua sendo   um dos melhores vinhos da Itália e do mundo.

Por uma feliz coincidência, ontem, 20 de fevereiro, almocei no ótimo Lord Nelson em Chiavari.

Eu uma mesa, pouco distante, Alex Molinari, proprietário do local, também almoçava na companhia de outras cinco pessoas.
 

Ao me ver Alex, gentilmente, me ofereceu uma taça de branco que estava sendo degustada em sua mesa.

“Lorenzo, que vinho é esse e quem são aqueles?”

Lorenzo, competente maitre e grande sommelier, respondeu:

“Aquele que está apresentando os vinho é o diretor comercial da Mastroberardino, a seu lado o representante da região   e os outros são proprietários de restaurantes na Ligúria. O vinho, que tenho certeza você detestará, é um Fiano”

Dito e feito: Agradeci o vinho e na primeira ocasião, sem ser notado, levantei para ir ao banheiro e pedi ao Lorenzo um outro vinho.
 

Lorenzo desceu até a bela adega do Lord Nelson, voltou com duas garrafas.

Abriu uma garrafa de tinto, a levou para a mesa de Alex e me serviu uma taça do belíssimo “Villa Margon 1990”.

O Villa Margon, ótimo branco produzido pela vinícola Ferrari de Trento, recuperou me mal tratado paladar e me fez esquecer o Fiano da Mastroberardino.

Ao terminar o almoço Lorenzo se aproximou com a garrafa de tinto que havia servido na mesa de Alex Molinari.

“Prove esse vinho”.

Provei.

“Pela cor e aroma é um vinho com alguns anos nas costas” sentenciei.
 

Lorenzo mostrando a garrafa continuou: “É um Taurasi Mastroberardino 1983 que estava escondido na adega. Uma obra prima!”

Antonio Mastroberardino sabia vinificar e como....

Grande vinho.

Aroma intenso de goudron, paladar agradável indicando que a garrafa teria ainda alguns anos de vida, elegância e austeridade próprias de grandes vinhos …Perfeito.

A melhor homenagem que poderia fazer ao Mastroberardino?
 

Antonio Mastroberardino, não há um “Super- Tuscan” “cabernemerlotizado” que chegue aos pés do seu Taurasi 1983.

Bacco

 

2 comentários:

  1. bela homenagem, Bacco. já que o assunto tem sido anti-terroir, achei que o caso da Campania seria um bom exemplo do que a Toscana deveria ter feito.

    dia desses passei pela Expand-Piantella, espero que o Chicão tenha te transmitido meu abraço. e cadê o Dionísio?

    ResponderExcluir
  2. O Chicão deve ter tido sua costumeira crise de Halzeimer .. Dionisio chegou ontem em Chiavari hoje vamos até Orvieto
    abç

    ResponderExcluir