Facebook


Pesquisar no blog

domingo, 11 de dezembro de 2016

ME DÁ UM DINHEIRO AÍ


 


Marcelinho "pouco pão e muito vinho" Copelinho, afirma que seu fígado está pedindo penico.

Marcelinho Copelinho declara ter provado, em 2016, milhares de vinhos entre eles 800 nacionais sendo que 400 foram espumantes.

"Este foi um duro golpe para meu fiel companheiro, meu fígado. Foram milhares de vinhos de todo o mundo, provados em concursos, viagens, grandes verticais, visitas a produtores, almoços vínicos e eventos mil, formal e informalmente.

De vinhos brasileiros, estimo ter provado este ano cerca de 800 exemplares diferentes. Destes, cerca da metade, 400, eram espumantes. Destes 400, selecionei 20 dos que gostei para indicar para suas festas de fim de ano, seguindo o critério de colocar apenas 1 por vinícola"

 

Não é surpresa que seu filtro esteja na lona: Ninguém bebe 800 vinhos nacionais impunemente.

Não acredito que alguém, nem um eno-tonto, espere ansiosamente pelos palpites, de fim de ano, do "the most flatulential wine journalist”, mas está claro que o nosso "best(a) journalist" andou passando o pires por todas as vinícolas produtoras de espumantes do Brasil.
 
 

Fim de ano, festas, comemorações.....

Nada mais oportunista do que recomendar, praticamente, todas as etiquetas do mercado e faturar algum.

Picaretagem de sempre.

Notei uma ausência: Adolfo Lona

Das duas, uma: Ou nosso "the most flatulential wine journalist”
 
 considera os vinhos do Lona umas porcarias, ou o Adolfo não soltou a grana.

Pelas intervenções e opiniões do Adolfo Lona, nas redes sociais, acredito na segunda alternativa.

Espero que no próximo ano o nosso "best (a) journalist" nos recomende, também, as marcas de papel higiênico que mais combinam com os vinhos degustados.
 

Dionísio

22 comentários:

  1. quando custou cada 'indicação'?

    ResponderExcluir
  2. Respostas
    1. então foi barato. ele deveria ter cobrado um Epocler, para dar conta do fígado

      Excluir
    2. O problema maior , dele, não é o fígado.... é mais embaixo

      Excluir
  3. We give an expert support of your ESTA application. You will have the capacity to apply for your full Us esta application through our site which will be examined by our expert group to expand your odds of being acknowledged into the USA.

    ResponderExcluir
  4. Alguém saberia dizer do que se trata?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. é spam, Bacco. propaganda (provavelmente picareta) para conseguir visto americano. quebra uma garrafa de vinho-marmelada do Mondavi na cabeça dessa piranha e bola pra frente

      Excluir
  5. E ainda perdi meu tempo lendo sobre os gloriosos espumantes que o cara recomenda. Thanks for nothing, Di. Nossa, enterra essa veja logo. Aquelas materias tem um gosto tao ruim de coisa reciclada, nao pensada, nada elaborado com cuidado... 9 eleitores trouxas. Eca.

    ResponderExcluir
  6. Dionísio, viu que a World Wine abriu loja em Brasília? pedindo mais de 300 reais por um Beaujolais (Morgon, mas ainda Beaujolais)...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. .....e falam em consumo de vinho no Brasil. Pais pobre e metido

      Excluir
    2. acabei de ver que esse bojolé custa, na França, entre 17 e 23 euros. a predação começa ainda na Europa.

      https://www.vinatis.com/21034-morgon-2015-marcel-lapierre.html

      Excluir
    3. hmmmm, deveria custar uns R$ 200 na ponta, consumidor final. Com bela margem embutida ja. Mas os herois do vinho no bananal abusam mesmo....quem mesmo que esta no negocio para promover o habito do consumo do vinho? Importadores? Jornalistas? Blogueiros?

      Comeco a desconfiar que nao sao somente os eleitores e pagadores de impostos os grandes trouxas no pais...

      Bungholes...

      Vamo nessa. SDS.

      Excluir
  7. Um Morgon por 17/23 Euros? Os franceses estão exagerando

    ResponderExcluir
  8. acho que é esse Marcel Lapierre em particular. os outros Morgons que vi custam, se muito, 11 euros.

    mudando de assunto: JR, Bacco e Dionísio, viram esse documentário?

    http://blogdobarcinski.blogosfera.uol.com.br/2016/12/14/o-maior-trambiqueiro-do-mundo-dos-vinhos-raros/

    não lembro se vocês já trataram do tema, provavelmente sim. assisti ontem à noite e gostei muito, mais uma produção do caralho. Parker daria 99 pontos para o filme, depois desceria até a adega particular para contemplar as garrafas falsas que comprou desse maluco.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ele é um dos mais conhecidos, mas há um monte de outros , anônimos e na moita, que continuam falsificando sem pudor nem rancor. Há dois anos pegaram uns franceses e italianos que engarrafavam um vinho de merda e o vendiam como Romanèe. O Romanèe e tão falsificado que até o Francisco da 402 o oferecia em sua carta.

      Excluir
    2. o povo da Dessilani, né? lembro das matérias sobre eles aqui. como esse indonésio é mais antigo, do tempo do site antigo de B&B, não sabia se tinha sido abordado.

      Excluir
    3. Eu vi o documentario aqui. Nao me lembro se falei algo a respeito. O produtor frances foi meio que um heroi para defender o vinho dele.... e o filme da uma boa dimensao da irresponsabilidade ou da falta de competencia das casas de leiloes que promovem qualquer coisa (desde que recebam a comissao).



      Faz pouco tempo li em algum jornal ingles que agora uma delas esta investindo na formacao de uma divisao forense/investigativa. About f time.

      O seromano he meio tonto mesmo....

      Excluir
  9. Vi esse filme ontem ,e gostei, se chama Sour Grapes vale uma conferida ele esta disponivel na netflix assim alguns outros bons filmes sobre vinho. Vi tbm na mesma netflix um ano na borgonha e um ano em champagne .

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Furfo, tinha visto esses dois (o da Borgonha foi dica do JR, inclusive), ambos bons também. O Sour Grapes, como filme, achei ainda melhor, já que, à medida que o filme progride e descobre mais coisas do picareta, você fica pensando "PQP O QUE ESSE CARA FEZ" e vai só te deixando tenso e puto com o que rolou.

      Excluir
    2. Ah, todo sociopata he agradavel, tem conversa boa, e invariavelmente vem com alguma promessa escondida de beneficiar a todos ali de alguma maneira. Entao temos o classico exemplo de um doido, mas com abutres em volta.... varios ali estavam lucrando com a presenca do doido ou achavam que de alguma maneira iriam lucrar, nem que fosse socialmente.

      Eu ja cai na lorota de sociopatas, alguns candidamente chamados de picaretas...

      Excluir
  10. Mas é inacreditável como o cara aparenta conhecimento...!!!!! ou vai ver que ninguém sabe b...sta nenhuma e por isso se uniu com as pessoas certas!!!!! Mas interessante como ele faz as alquimias nos conteúdos.....o problema aqui é que fazem vinho falsificado e colocam Mio....Sal....Storia kkkkkkk
    Alguém conhece a Villagio Basseti....??????ate tinha me interessado pela vinícola mas vi hoje o rótulo a 390,00 vai se f....... que terroir será esse???????????

    ResponderExcluir
  11. O filme é muito bom.....inacreditável como o picareta aparenta conhecimento....ou ninguém sabe nada mesmo naquele grupo e ele só se uniu com a gentalha certa, como pode o cara fazer alquimia com o líquido misterioso???? Simplesmente fera no quesito...igual a muitos aqui na terra do se colar colou!!!!! Alguém conhece a Vinicola Villagio Basseti???? Me interessei pelos rótulos....mas hoje vi uma matéria informando os 390,00 de custo que ate achei que o Rudy tinha andado por aqui!!!!!

    ResponderExcluir