Facebook


Pesquisar no blog

domingo, 8 de maio de 2016

PINOCCHIO




 


 
 
 
 
 
 
O Alto Piemonte vive momentos de visível abandono.

Quem não conhece o alto Piemonte, poderá, através do mapa anexo, tirar suas duvidas.
 
 

As aldeias, que emprestam seus nomes aos grandes vinhos regionais, parecem mais cemitérios do que cidades do vinho.

Em Boca, Cavallirio, Lessona, Fara, Sizzano etc. não há uma enoteca, sequer,  onde se possa beber uma taça dos ótimos vinhos locais.

Uma tristeza.....

 
 
 
 
 
 
 
Em compensação a região é "rica" de estrelas Michelin.

Em Soriso, Orta San Giulio, Ranco, Invorio, há seis estrelados de boa qualidade.

Em Borgomanero, "Pinocchio", o mais antigo "Michelin" da região perdeu, merecidamente e depois de 36 anos consecutivos, a prestigiosa estrela francesa.

Chateado por não encontrar um mísero local para beber um bom copo de vinho, resolvi acalmar a sede e apetite no meu restaurante preferido da região: "Ori Pari" em Boca.

Cheio de entusiasmo e alegria já pensava nos pratos originais do cardápio e qual vinho o experiente Francesco sugeriria.

Francesco, proprietário do "Ori Pari", em outras ocasiões me surpreendera com ótimas garrafas das vinícolas Monsecco, Ioppa, Le Piane.
 
 

Minha alegria durou até alcançar Boca e constatar que o único endereço, que ainda colocava a aldeia em meu "GPS", havia fechado as portas: O "Ori Pari" já não existe.

Quem permanece com as portas escancaradas, em Boca, é o descomunal santuário, mas igrejas não são minhas metas prediletas na hora do almoço....
 

Chateado, faminto e "sedento" percebi que se continuasse nas cercanias morreria de fome, sede, tristeza e solidão.

Sem mais delongas rumei rapidamente para Borgomanero e resolvido, decidi revisitar o tradicional "Pinocchio".

Deveria ter procurado uma pizzeria.......

O "Pinocchio" é um perfeito retrado da decadência.

O antigo esplendor do ambiente já não brilha, perdeu o charme e cheira a mofo.

 No exato momento que ingressei na sala me identifiquei com Joe Gills (William Holden) quando, já morto,  descrevia a casa de Norma Desmond (Gloria Swanson) em "Crepúscul o  dos Deuses".
 

Entrada mais parecida como a de um mausoléu, piso precisando de um trato, decoração antiga e cansada, taças de vidro espesso compradas em lojas de 1,99, toalhas tentando esconder  feridas de centenas lutas travadas na lavanderia, cardápio imutável, previsível e sem imaginação......Perfeito crepúsculo de um ex estrelado Michelin.

As únicas lembranças que restaram da estrela Michelin e do antigo brilho, são os preços.

Antepasto de salmão, defumado pelo chef (será?), que pode ser encontrado em centenas de restaurantes e custando a metade, as piores costeletas de carneiro dos últimos tempos e duas taças de um tinto, que nada devia aos nossos gaúchos, me aliviaram em 70 Euros.
 

Paguei e corri para a porta que nunca mais me verá nas cercanias.

Restaurante "Pinocchio" em Borgomanero: Fuja sem olhar pra trás!!!!

Bacco

5 comentários:

  1. Enquanto isso no coco bambu em Brasília ...

    http://www.correiobraziliense.com.br/app/noticia/cidades/2016/05/08/interna_cidadesdf,530981/video-restaurante-do-lago-sul-tem-fila-de-espera-de-5h-no-dia-das-mae.shtml

    ResponderExcluir
  2. Anteontem fui no vechio forno e foi excelente. Saudacoes. Gustavo de Campinas para Toscana. http://www.viamichelin.it/web/Ristorante/SAN_QUIRICO_D_ORCIA-53027-Trattoria_al_Vecchio_Forno-151288-41102

    ResponderExcluir
  3. Bacco, qual foi seu vinho do impeachment? o meu foi um chenin blanc de Saumur, muito bom!

    ResponderExcluir
  4. Vou escrever sobre o vinho do impeachment

    ResponderExcluir