Facebook


Pesquisar no blog

segunda-feira, 9 de junho de 2014

Preços Gaúchos em Milão



 

Para embarcar, nos aeroportos de qualquer capital europeia, é preciso passar por um verdadeiro “Corredor Polonês” do consumo desenfreado e doentio.

Estou me referindo aos “Duty Free”, ou “Free Shop” da vida, que tentam, desesperadamente, tomar até o último centavo dos casais de turistas, já cansados e saturados de tanto percorrer as lojas de sapatos, de bolsas (como mulher adora sapato e bolsa…), de roupas, outlet, shopping centers etc. etc. etc.

Não há como escapar!

O tráfego de passageiros é dirigido, sem nenhuma sutileza, entre stands de perfumes, óculos, bebidas, roupas, doces, cigarros e dezenas de outras mercadorias, dizem eles, sem taxas e por essa razão, mais baratos.

Dizem, mas nem sempre é verdade.

Já verifiquei, inúmeras vezes, que muitas mercadorias são até mais caras que as encontradas nas lojas das cidades, por isso não compro nada nos aeroportos.

Nos aeroportos tudo é mais caro e naquele de Milão os preços são extorsivos.

No Malpensa, e em todos os aeroportos italianos, há anos a isenção de impostos, para os DUTY FREE, foi abolida pelo governo.

 Os preços, praticados no “DUFRY”, são de causar inveja aos predadores nacionais.

Em minha última viagem, de volta para o Brasil, perdi a hora e na pressa de fazer a mala deixei cair um frasco de perfume que se espatifou no piso do banheiro do hotel.

Dez horas no avião sem perfume é dose….

Resolvi dar uma olhada do “DUFRY” de Malpensa e conferir os preços.

Quase enfartei!

Será que o “DUFRY” milanês pertence à Lídio Carraro?

Os preços lembram muito aqueles praticados pelos predadores dos quase vinhos nacionais.

Vejam:

O Ornellaia, que é encontrado nas enotecas italianas por 95 Euros,

Tenuta Dell'Ornellaia Ornellaia 2011
Vitigno : 51% Cabernet Sauvignon 32% Merlot 11% Cabernet Franc 6% Petit Verdot Anno : 2011 Capacità : 75 cl Bolgheri DOC...
Vedi negozio per disponibilità
Soundtaste
95,90
Spese: n.d.
Totale: 95,90

 

 custa no “DUFRY” módicos 210,50.
 

Para não deixar sem opção os bebedores de etiquetas,apontando somente o Ornellaia, resolvi fotografar outro símbolo dos caçadores de pontos: Tignanello!

O Tignanello custa, no comércio, 42,62 Euros.

Tenuta Tignanello Tignanello 2011
Vitigno : Sangiovese 80%, Cabernet Franc 5 %, Cabernet Sauvignon 15% Anno : 2011 Capacità : 75 cl Clima ...
Vedi negozio per disponibilità
Soundtaste
42,62
Spese: n.d.
Totale: 42

 

No “DUFRY”, incríveis 89,50 Euros.
 

A Veuve Clicquot, no DUFRY, se entrega somente por 50 Euros,


 mas revela todos seus encantos, pela metade do preço (25 Euros) nas enotecas da Bota.

Maison Clicquot Champagne Veuve Clicquot Cuvèe Saint Pétersburg Coffret
Vitigno : Pinot Noir 50-55% Chardonnay 28-33% Pinot Meunier 15% - 20% Anno : n.d. Capacità : 75 cl ...
Vedi negozio per disponibilità
Soundtaste
25,00
Spese: n.d.
Totale: 25,00

 

O ótimo Verdicchio, da vinícola Bucci, é encontrado em qualquer canto da Itália por 11 Euros,

Bucci Verdicchio dei Castelli di Jesi Classico Superiore 2012
Giallo paglierino intenso. Profumno delicato ma persistente, piacevolmente fruttato, lieve sentore di mela golden, mandorla. Corpo secco, equilibrato, buon corpo, stoffa elegante.
Disponibile
XtraWine
11,22)
Totale:

 

Na Malpensa, que pratica preços da Serra Gaúcha, o mesmíssimo Verdicchio custa insanos 20 Euros.
 

Já temos, então, em Milão, um local que nos fará sentir em casa: Malpensa e seu DUFRY.

Quando você estiver com medo de sofrer o impacto dos preços dos vinhos ao retornar para o Brasil, passe no DUFRY.
 

O DUFRY age como uma câmara de descompressão para mergulhadores: Evita o choque da “HIPERTAXAÇÃO”

Dionísio

Um comentário:

  1. Boa ideia! Vou comprar uma câmara de hipertaxação

    ResponderExcluir