Facebook


Pesquisar no blog

segunda-feira, 23 de dezembro de 2013

CUIDADO COM O SALAME DO GLADSTON



Quando idealizamos e botamos no ar B&B, os nossos alvos favoritos eram (continuam sendo) os picaretas das taças que, apesar de limitados conhecimentos, descaradamente, pousavam como deuses dos vinhos e vinhas.

A desfaçatez atingia o ápice quando os eno-picaretas se coroavam, uns aos outros, como: “Guardiões Das Garrafas Excelsas”.

Narizes soberbos, paladares únicos, conhecimentos inimagináveis, culturas enológicas excelsas.... Os picaretas dos copos faziam a festa.

B&B, através de incontáveis matérias, tentou, e em parte conseguiu, desmascarar uma grande quantidade de falsos “expert” do vinho veiculando, no site, muitas matérias que originaram a série: “O Risível Mundo dos Vinhos”.

Há anos deixamos de escrever o “Risível” até porque cansamos de procurar eno-picaretas em blog, revistas, jornais, sites etc.

Eduardo, grande amigo de B&B, é um fantástico farejador de eno-picaretas e, quase toda semana, nos envia e-mail cujo conteúdo invariavelmente se transforma em matéria polêmica.

Eduardo deixou, para o apagar das luzes de 2013, o “Gran Finale”.

Leiam:

 


Link daquiMinha lista de blogs

 

quarta-feira, 18 de dezembro de 2013

Canepa Magnificum (Magnificvm), cabernet sauvignon, 2006

 



       Canepa Magnificum (Magnificvm), cabernet sauvignon, 2006, 14,5% de álcool, Puente Alto, Chile (R$ 190,00). Puente Alto localiza-se na região metropolitana de Santiago, onde também são produzidos ícones como Almaviva e Don Melchor, premiados vinhos chilenos. Esse delicioso varietal está com a cor sanguínea viva, com pequeno halo, indicando que ainda sobreviverá alguns anos. Aroma bem chileno: amora, morango, tomate, pimentão, pimenta do reino, chocolate ao leite, defumados e frutas secas (nozes e castanhas). Encorpado, cremoso, aveludado, tem excelente envergadura tânica, leve toque herbáceo, boa estrutura e complexidade. O tipo de vinho que você bebe compulsivamente, admirando-se gole a gole, parece um bombom de morango, com doce de leite e um toque de hortelã. Isso para não falar nas referências a tomates, jabuticaba madura, presunto cru, salame, entre outras. Um caldo admirável que, servido entre amantes, vale tanto quanto um céu estrelado ou uma orquestra em surdina. Vendido pela .....

O sommerdiers escreve tantas bobagens que não encontro palavras nem para criticar.

Apenas um aviso: Amantes, que tomam o caldo sob o céu estrelado e ouvindo orquestra em surdina: Cuidado com o salame do Mamede! 

Dionísio

 

 

14 comentários:

  1. Nooooossa. Quero beber este vinho. Nunca vi algo mais complexo. Tem gosto de tudo ele. Só falta um toque de ouriço-do-mar.
    Sds e Buon Natale,
    Jean

    ResponderExcluir
  2. Eu somente bebo se não houver salames nas redondezas...
    Feliz Natal para vc também
    Dionísio

    ResponderExcluir
  3. Com um vinho desse não é necessário comer. Há de tudo , do antepasto à sobremesa.
    Bom apetite!

    ResponderExcluir
  4. Lixo de Vinho. Nao tem aroma de peixe de rio (com escamas). E tambem nao tem prego enferrujado no nariz.

    Pergunta seria: Esse cara eh somente picareta ou tem algum problema mais profundo? Serio: Nao faz sentido escrever tanta idiotice com gosto de ignorancia.

    ResponderExcluir
  5. Corpo médio, feito com uvas maduras e selecionados que, no entanto, não prevalecem no sabor. Jovial, alegre, cremoso, lembra lima, pêra, manga, laranja, rúcula, cravo, manteiga, aspargos. Um vinho muito gostoso e fácil de gostar.

    Isso me parece que:

    1. Esse cara escreve por escrever. Precisa aparecer. Duvido que tenha comprado ou mesmo tomado esses vinhos todos que estao ali. Que porcaria de blog.
    2. Mal sabe escrever em portugues.

    Agora chega de dar ibope para esse boca aberta. Que venha o proximo.

    ResponderExcluir
  6. E bem isso mesmo,dar ibope ao trouxa...fui no sítio dele(nunca havia ouvido falar) e acabei olhando outra crítica (?) dele...e não é que lá estava outro bombom dentro do vinho?Muito engraçado...essa do salame então foi ótima!

    ResponderExcluir
  7. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu gravei o comentario apagado do Mohamed.

      Caro Gaudston, por que voce escreve esse monte de asneira? Filho, nao ha vergonha em nao reconhecer 89 tipos de aromas numa taca de vinho. A vergonha esta em inventar tudo isso que voce porcamente escreve. Fugiu da escola?

      Voce ja leu a lista de aromas e gostos que voce encontra no vinho?

      Me perdoe caso seja retardado ou alguem com deficit de atencao serio, Procure um medico.

      Excluir
    2. Por favor. poste novamente o comentário gravado que o salame apagou.
      Gostaria de escrever uma matéria sobre o assunto
      Obrigado e abraço

      Excluir
  8. Já que não posso ter minha opinião, retirei o blog do ar.

    ResponderExcluir
  9. Sacanagem!

    Gladston é um bom sujeito, mas pegou muito mal essa "avaliação". O erro dele foi romantizar a experiência dele. Algo semelhante ocorre no universo da crítica musical. Para quem lê é algo absolutamente inútil.

    E vocês fizeram-no retirar o blog do ar.

    Abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Peço perdão ,mas romantizar com salame, presunto cru , tomate ,jabuticaba madura etc.? Há arrivistas em todos os campos , musical incluso ,mas isso não quer dizer que o sujeito não entende nada daquilo que escreve . A única coisa louvável foi a retirada do blog.. Outros deveriam imitá-lo.

      Excluir
    2. O que voce tem contra quem acha rucula, aspargo, salame, jabuticana, pera DENTRO DO MESMO VINHO????

      Inveja eh f¥#a. VOLTA GLEDISTONE !!!!!

      Excluir
    3. Nada contra, aliás o Gladi deveria abrir uma quitanda

      Excluir